quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O meu conceito de velharias

Olá olá!

Isto de gostar de velharias não é para toda a gente. Ou melhor, por vezes é preciso uma "ajudinha" para perceber o potencial da velharia, seja ele um móvel, uma porta, uma janela ou aquele objecto que já só nos lembramos de ver em casa das nossas Avós.

Muitos olham para as velharias como sendo "monos", coisas desinteressantes e sem qualquer utilidade. Eu não me incluo neste grupo. Também não sou uma recolectora compulsiva que leva tudo o que encontra no lixo para casa, mas, confesso, que já encontrei aí coisas bem interessantes.

Quando o meu Marido me acompanha nas feiras ou mercado de velharias, e me apanha parada a olhar para qualquer coisa com cara de "estar noutro lado", costuma perguntar-me: "Diz lá o que é que estás a pensar fazer disso para eu perceber a ideia?"

Há coisas que também não gosto, e quando me refiro a velharias, obviamente não me refiro a antiguidades únicas e valiosas.

Os móveis antigos que gosto de pintar, não são certamente D. Maria ou D. José autênticos. Como peças únicas que são, entendo que devem manter-se intactos e sofrer restaurações muito cuidadosas. Já se forem móveis "estilo ou tipo" D. Maria ou D. José (as imitações dos autênticos), ai não se livram da Chalk Paint!

Depois há aquelas máquinas de escrever (antecessoras destas máquinas de pensar), aqueles telefones de disco, aqueles utensílios de cozinha completamente obsoletos, aquelas latas de bolachas antigas, que podem ter utilidades diversas das que tinham ou servir apenas para atingir aquele calma quando os aprecio sentada no meu sofá.

Tento contudo seguir a seguinte máxima: "Não guardes algo que não uses, nem algo que não gostes de apreciar!"

Assim, quando as coisas deixam de ter utilidade ou quando já não gosto do seu efeito decorativo, tento mentalizar-me que é ora de deixa-la ir e de angariar uma novas que me façam mais feliz.

Desta forma, evito tornar-me na tal recolectora compulsiva como muitas vezes vemos na série "American Pickers" (Canal História), com casas de meter medo, nas quais nem mesmo as peças especiais conseguem destacar.

Agora as imagens do meu ponto de vista:













Até breve!!!!



quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Antique rose and Purple Rain

Rosa! Cor de rosa! Os óculos cor de rosa que eu teimo em usar porque acredito que é fantástico viver! 

É uma cor muito feminina e que conjuga muito bem com o estilo romântico ou shabby chic.

No outro dia uma Amiga (de quem gosto muito) falou-me dela e inevitavelmente perguntou-me se eu estava a pensar em escrever sobre os tons rosa.

Oh yes!

Ideias, ideias e mais ideias:








Também é uma cor gira de se vestir, como nestes exemplos da Vintage Bazaar



Na Autêntico Chalk Paint encontramos, entre outros, dois tons de rosa muito versáteis e que poderão ser mais ou menos claros/escuros se adicionarmos a cor Neutro. São eles o Antique Rose e o Purple Rain:



Hope tou get inspired!

See you soon!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Mint

Há uma cor tão fresca quanto este Verão (que teima em "abrazar" o Alentejo sempre a rondar máximas de 40º), e que não tarda vou ter de experimentar em qualquer coisa, nem que seja numa porta.



Apresento-vos Mint da Autêntico (claro) Chalk Paint:



Infinidade de possibilidades:









A cor é tão linda e está super na moda em tudo e em todo o lado, 






até mesmo em casamentos




Thank you so much to follow me:


Good night!

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Autêntico Chalk Paint

Nos últimos dias tenho vindo a ser abordada com inúmeras questões a respeito da Chalk Paint. Sei que já falei sobre isto, creio que no segundo post que escrevi aqui no Miss Quiquinhas, mas nunca é demais recordar, até porque cada vez mais adoro pintar com a Chalk Paint. E a verdade é que desde que utilizei a Autêntico comecei a ficar mais e mais viciada.

Tomei conhecimento desta tinta na revista de decoração espanhola mais vendida, o "El Mueble".

Pesquisei no google e a primeira marca que me apareceu foi a Annie Sloan. Muito boa! Nada de negativo a apontar!

Depois fui fazer um workshop e experimentei a chalk paint da marca Autêntico: a paixão por esta marca começou nesse dia e posso dizer que hoje é a minha preferida. Não sei se pelas cores, não sei se pela textura...só sei que foi assim!


O que é a chalk paint?

É uma tinta de água, à base de giz, mais ecológica, menos nociva e mais fácil de utilizar que as vulgares tinta de água ou acrílicas.

Ao ser à base de giz é muito mais aderente, razão pela qual não precisamos de lixar antes de pintar. Sim é verdade esqueçam as lixas e os primários! Lixas só se quiserem "de-capar a peça" e primário só em situações muito excepcionais (cozinhas e casas de banho porque estão em contactos com muita humidade e/ou gordura).

É escolher a cor, abrir a lata e pintar em qualquer tipo de superfície e inclusive tecido. 

E por falar em escolher a cor:




A Autêntico dispõe de três gamas diferentes: a vintage para móveis de interior, a versante para zonas exteriores ou zonas humidas e a velvet para paredes.

Além da gama de tintas, a autêntico também dispõe de pincéis de todos os tamanhos e feitios, de ceras (claras, escuras...), de vernizes (opacos ou brilhantes para quem prefira este tipo de acabamentos.




Dispõe ainda de uma magnifica "roller collection", o que permite desenhar padrões em paredes, tecido, móveis:




Entusiasmados o suficiente?

Eu já estou, não fossem as horas e ia agora pintar qualquer coisa :) Esta imagem é tão eu...



Aqui fica um tutorial:


P.S.: As imagens foram retiras do site/pinterest do "Crea Decora e Recicla", os representantes da marca Autêntico na Península Ibérica. Pessoas muito simpáticas, acessíveis e, tal como eu, apaixonadas pelo DIY e Chalk Paint!

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Frame

Há uns sábados atrás eu e a minha Mana fomos até Estremoz tomar café com a minha amiga Sónia (Alma Portuguesa). Eu disse café? Corrijo: café/chá preto com leite (desculpa a inconfidência! ;))

Como havia a feira semanal de velharias não resisti dar uma volta! Diga-se de passagem que também adoro passear em mercados de hortaliças e frutas  (que em Estremoz coincidi em horário e local), e aquele é de facto um dos meus favoritos.

Prontos, já estão mesmo a ver eu vir de lá de mãos a abanar, não é?



Primeira pincelada:



Segunda pincelada:


Decapada e encerada:



And in that special place:


Hope you like! xoxo

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Before and After

Olá olá!!!

Não ando esquecida de aqui vir escrever. Acontece que tenho tido por aqui uma "ites", com febres, espirros e tosse que me têm deixado doida!

Como não se podia sair muito de casa, entre termómetros e lenços de papel, lá fui fazer uma pinturas com a minha Chalk Paint preferida: Autêntico! (a respeito desta Chalk Paint prometo novidades em breve!!!!)

Deixo-vos, hoje, o antes e depois de uma tábua rotativa para mesas. Comprei na feira de velharias semanais da minha Cidade de Elvas, mas também é possível encontrar em grandes superfícies tipo IKEA, e obter o mesmo resultado.

Esta era a peça:






Como já reparam decidi utilizar um stencil para dar um ar mais vintage à peça. A tinta: Autêntico, cor neutro!

E sem mais: uma pincelada!


Deixa secar bem e outra pincelada. Secar novamente e pintar por cima do stencil com muito cuidado. Deixa secar again e retirar o stencil!


Decidi dar um ar mais envelhecido à peça e por isso, depois da cera normal, apliquei cera escura e eis o resultado final:



Agora é só rodar e servir!

Até já!!!